Fundos de Investimento -Parte I

Os fundos de investimento são um meio para se investir nos mais diversos produtos. Eles são divididos em pedaços chamados de cotas. Então, quando você aloca dinheiro em um fundo irá receber X cotas.

Exemplo: O valor da cota do fundo é de R$ 1,00. Quando você investe R$ 10.000,00 no fundo você terá 10.000 cotas.

Esse valor que você investiu agora faz parte do patrimônio do fundo. Ele será investido baseado no que o gestor acha interessante e você terá uma participação de acordo com o número de cotas que possui.

A medida que o patrimônio do fundo aumenta ou diminui, o valor da cota também irá mudar e, como consequência disso, o valor investido no fundo.

Quais as vantagens de investir em Fundos de Investimento?

Vejo várias vantagens de investir em fundos de investimento. Dentre elas:

  • Você pode começar a investir com valores menores:Os melhores investimentos exigem que você tenha um valor alto para começar a investir. Os fundos de investimento possibilitam que você compre os melhores produtos do mercado financeiro.
  • Você terá um profissional de mercado para cuidar de tudo:Outra grande vantagem é que alguém que entende do mercado financeiro irá cuidar de todos investimentos. Você não precisará saber qual o melhor tipo de aplicação, pois alguém fará esse trabalho para você.
  • Interesses alinhados:O maior interesse que o gestor do fundo tem é que o seu fundo tenha bons resultados. Esse objetivo é o mesmo do investidor, o que os torna alinhados. Tendo um bom resultado você irá ganhar mais e o gestor do fundo também.
  • Uma boa forma de diversificar:Você provavelmente já quis investir em ações, títulos de renda fixa, imóveis, mas não entende muito dos produtos, não sabe como investir ou até mesmo não tem dinheiro suficiente para investir em todos. Os fundos de investimento são uma boa alternativa para esses casos. Também, muitas vezes, acaba sendo mais fácil e simples investir em fundos do que comprar por conta própria.

Tipos de Fundos de Investimento

Os fundos são divididos em várias categorias, de acordo com o tipo de investimento e risco.

Fundos de curto prazo

Como o próprio nome diz, são fundos focados em remuneração de curto prazo. Esses fundos investem em produtos indexados a o CDI/SELIC.

Logo, o objetivo desses fundos é conseguir um valor muito próximo do qual as grandes instituições emprestam dinheiro uma para as outras. Esse valor da taxa SELIC poderia ser considerado como o valor médio pelo qual as instituições emprestam dinheiro entre si.

Outra grande característica desses fundos é que eles possuem alta liquidez, ou seja, é muito fácil transformar seus ativos em dinheiro. Os ativos que eles investem podem ser vendidos com alta velocidade.

Tributação

Os fundos de curto prazo possuem tributação diferente, uma vez que o objetivo do governo é incentivar investimentos de prazo longo. Há incidência de algo chamado de “come-cotas”, ou seja, de um adiantamento do imposto de renda que você terá que pagar de qualquer forma. A tributação funciona da seguinte forma:

  • Para prazo de até 180 dias será cobrado 22,5% sobre o lucro do investimento.
  • Para prazo de 181 dias em diante será cobrado 20% sobre o lucro no investimento.

Você não irá pagar o Imposto de Renda enquanto não sacar o dinheiro, apenas o “come-cotas” que é um adiantamento automático do Imposto de Renda.

Existe também o IOF (imposto sobre operações financeiras). Esse serve como incentivo para a pessoa que deixa seu dinheiro investido por mais de 30 dias. É um imposto que também é cobrado sobre os Títulos Públicos e sobre outros investimentos.

  • É muito importante que você compare os fundosentre si para verificar qual o mais adequado para você.
  • Não se esqueça de consultar a taxa de administraçãodo fundo, pois ela pode alterar fortemente o resultado final.
  • Vale lembrar que dificilmente investindo por conta própria e com valores menoresvocê irá conseguir um bom rendimento nas suas aplicações. Então esse fundo se torna interessante para esses casos.
  • Não se esqueça sempre de ler o prospectodo fundo para ver se ele está de acordo com o seu perfil.

Clique abaixo para continuar para a Próxima Página.

Fundos Investimento – Parte II